Muir Camp – Rainier

Bem amigos da Rede Globo,
 
Faz Eons que não escrevo…este fenômeno de escrever no Blóg é realmente algo impressionante. Acho que isso pode ser uma alternativa barata para terapia…você ecreve o que vem na telha e as pessoas colocam comentários que você prontamente responde…tá fáááácil.
 
Nestas últimas semanas o Otto aprendeu a bater palminha, mas só faz quando ele quer, fala Mãm….Mãm…quando ele quer (a Cris insiste em dizer que não tem nada que ver com ela). Ele passou a fase dos bicos (abaixo), mas de vez em quando tem ataques de cuspir a comida para todos os lados…e se equilibra um bocado sem cair. Outro dia no banho ele segurou o xampu e a bucha com a outra mão…ficou sem mão para se apoiar…resultado:  1 minuto e puro equilibrio, olhando ora para bucha e mordiscando o shampoo…muito emocionante….quando se deu conta assustou e sentou. As coisas acontecem e parece que nem ele percebe…é impressionante a velocidade que os nenês aprendem coisas relativamente complexas.
 
A personalidade do pequeno já se mostra claramente. Não tem como eu descrever como ele é, mas uma coisa é certa…a gente não vai ganhar na loteria…o guri é muito bacana!
 
Nos últimos finais de semana e semanas tenho treinado para fazer a escalada do Rainier…montanha de 4.500m que fica uns 120km daqui. Fui fazer o Mount Si que é relativamente fácil, o Mailbox peak que é uns 50% mais dificil que o Mount Si e neste último final de semana fui fazer a caminhada até o Muir Camp no próprio Rainier. A caminhada é dura, saímos umas 7:15 daqui de Redmond e chegamos umas 10:00 no parque. Lá pelas 11:10 começamos a jornada feita toda em terreno com neve no mínimo até o joelho…agradeci muito à polainas de neve…realmente uma boa compra. Paradise é o nome de onde você sai e fica uns 1.500m de altitude. 4 horas e 20 minutos depois chegamos ao acampamento Muir que fica 3.100 metros…a vista é maravilhosa mas a caminhada é para quem está preparado. Estávamos em 12 pessoas e acho que somente 3 chegaram ao acampamento e voltaram em tempo de ver a luz do dia. Cheguei moído, mas minhas pernas não estavam doendo…era falta de preparo na altitude eu acho…e meu tornozelo esquerdo estava destruído…a bota estava pegando  naquele osso do lado de fora do tornozelo…para subir não foi tão ruim pois tinha que dar o chute na neve e isso aliviava, mas para descer…minha nossa…como doeu. Comecei a perder um pouco do equilibrio e tive que forçar a perna direita para compensar a dor do pé esquerdo…realmente os "poles" de caminhada são muito importantes… bem no finalzinho a neve estava muito fofa e comecei a sentir a junção da bacia com o cabeça do fêmur na perna direita…impressionante como o corpo compensa. 2 horas e 15 minutos de puro sofrimento…nestas horas você pensa: putz…por que fui me meter a fazer isso? Podia estar em casa, lendo uma revista, blá, blá,blá…
 
A escalada do Rainier é isso aí só que no segundo dia, você acorda à meia noite, arrumas as coisas na mochila, toma um chá e vai fazer o ataque ao cumede madrugada. São mais 1.400m de variação vertical com um terreno bem mais técnico, com a vantagem de poder usar os crampons pois a neve está dura ou você caminha sobre a geleira.  Os guias falam que o ideal é fazer no máximo em 6 horas para subir…
O intinerário é mais ou menos esse: 1:00AM começa o ataque ao cume, 7:00AM você chega no cume, 9:00AM no máximo vc começa a descer, 12:00 você chega no acampamento MUIR e desfaz as barracas e come o que precisa comer, 14:30 começa a descida para Paradise e 17:00 você chega no seu carro…e dorme lá mesmo
 
Bom, por enquanto é só!!!
Aí embaixo tem um videozinho da metade do caminho até o acampamento Muir…e aqui tem mais FOTOS
Namaskar!
MW
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

One Response to Muir Camp – Rainier

  1. Janaina says:

    19-05-06
    Meus amigos, enfim e graças a Criti, concegui uma forma de contácta-los.
    Antes de mais nada PARABÉNS! O Otto está lindo, vocês devem ter um orgulho danado! É muito legal ser
    Michael, outro dia você deixou um recado na secretária eletrônica da minha casa em SP, mas não deixou o # para ligar.
    Nós, também mudamos estamos morando no RJ, como eu digo para os gringos que vem para cá, a diferença entre SP e o Rio que SP foi criada pelos homens e o Rio por Deus!
    A Carla adora aqui, eu sinto saudade de SP da minha casa na serra, do pedal com os amigos, dos meus cachorros etc…
    Mas estou tentando me acostumar e aproveitar um pouco mais.
    Gostaríamos muito de revê-los, vamos combrinar de nos encontrarmos, seria bem legal!
    Bom mandem notícias.
    Nosso contato: Cel.: 021 9181-5950 / Res. 021 3936-0169 – e-mail marcelo.moraes@kcc.com / cpligel@conbr.jnj.com
    Fiquem com Deus.
    Um beijo,
    Mariah, Carla e Moraes
     
     

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s