Mount Baker

Baker 

É isso aí amigos da rede Globo…escalamos o Mount Baker no final de semana do dia 28, que é uma montanha que fica ao norte de Seattle. Coisa fina, mais um vulcão para a carterinha…e mais do que isso, uma super experiência de progressão em glaciar. Fui com o pessoal que fez o Curso comigo: Blaine, Steve, Roger e o Topher.

Vou fazer um relato meio telegráfico. Saímos de Seattle umas 5:30h da matina  e nos reunimos no estacionamento no norte de Seattle perto de Lynwood. De lá fomos mega confortáveis em um SUV até o Parque Nacional Mount Baker. Estacionamos o carro uns 2,5 km para baixo do começo da trilha pois tinha neve na pista e não dava para passar…arrumamos as coisas e começamos a andar umas 9:20 AM.

Seguindo a "dica" de um cara, tivemos que procurar um lugar para cruzar um primeiro Rio (que estava mega caudaloso devido à neve que já está derrentendo de montes)…subimos o Rio quase que um km e meio que fizemos uma ponte com tocos de arvore e pedras. Ainda assim foi meio tricky cruzar…mas o melhor estava por vir…tentar achar a trilha do outro lado, decidimnos fazer uma travessia e cruzar com a trilha em uma diagonal. Mal sabíamos que estávamos em um terreno com uma planta dos infernos, chama-se Devil’s club…o espinho é bem fininho…e cobre a planta inteira. É medicinal…

Spines of O. horridus, Squak Mountain State Park, Issaquah, Washington

1 hora e meia e muitos espinhos depois achamos a trilha, que estava em estado lastimável devido aos rigores do inverno e a força dos rios descendo da montanha…2 horas e meia de trilha estávamos na base do glaciar seguindo por um gully. Paramos para comer alguma coisa. Começamos a caminhada na neve..o sol estava particularmente forte este dia e o reflexo na neve era intenso. Depois de umas 1 hora e meia paramos para nos encordar e pegar agua. As crevassas começaram a ficar expostas. Decidimos acampar mais alto na montanha, ao redor de 8.500 pés…um pouco mais alto que os outros times (tinha umas 100 pessoas na montanha neste final de semana). A neve estava meio fofa pelo calor e pelo sol, o que dificultou um pouco nossa aproximação.Chegamos no platô as 16:00 e montamos o acampamento…fui com a barraca pequena e dois amigos ficaram em uma outra barraca e os outros dois bivacaram na neve. A vista da minha barraca era de outro planeta, via a baía de Puget Sound, Bellingham, a direita via as montanhas de British Columbia no Canadá, atrás de mim o Mount Baker e do lado esquerdo o Colfax…nada mau :^) Quadril dava sinais de cansaço e tive que mandar 2 ibuprofenos para a escuridão para relaxar…

Comemos, derretemos neve para rehidratar e encher os cantis e eu coloquei os meus ear plugs e a viseira de aviao e umas 8:00PM eu já dormia (ainda BEM claro)…a noite eu ouvi uns trovões mas nada muito alto. Às 2:30h acordamos para fazer o ataque ao cume e quando saí da barraca ví que os outros times já estavam caminhando e fazia um bom tempo…fileira de headlamp na montanha, para baixo e para cima…cenario surreal. O céu apinhado de estrelas com a via láctea iluminando tudo…estava claro e quente (!!!!) eu consegui colocar a bota e o equipamento sem luva (devia estar uns 2oC).MARAVILHA!!! Aprendi que ninguem conseguiu dormir pois as avalanches rolaram a noite toda no Baker e uns seracs quebraram no Colfax…assustando todo mundo. Nós estávamos em um lugar seguro, mas o barulho dos cracks não deixou ninguém dormir…

Arrumamos tudo e 3:20 já estávamos encordados e caminhando. Como dormimos mais e descansamos mais, conseguíamos progredir mais rápido que os outros times, mas o Blaine (que foi nosso instrutor no curso) não estava muito bem…parecia meio devagar e atrapalhado. Paramos e ele bebeu agua…o cara estava desidratado…mudou como agua para o vinho. Passou a caminhar mais rápido e ficou esperto de novo. Nisso estávamos entrando na Parede Romana, ultimo trecho de subida antes de chegar na cratera…devido à presença de gelo tivemos que colocar os Crampons. O dia amannhecia com umas cores interessantíssimas por trás do Canadá…e eu via um filete de luz que era a Lua por trás do Baker…coisa de outro mundo.

Fizemos a última travessia para subir o pico verdadeiro e tirar as fotos…ventava. 6:00 AM estávamos no topo do Mount Baker com mais umas 12 pessoas.

Encontramos um rato caminhando em cima da montanha, como isso é possivel?? Eu ainda pensei no meio do caminho que tirando as aves os seres humanos devem ser os únicos vertebrados que querem subir estas montanhas…BINGO! Tava lá o rato para me provar errado, correndo na neve, pequenino. E pior ninguem queria reconhecer o mérito do rato, dizendo que ele tinha pegado carona na mochila de algum desavisado (eu?)

Descemos rápido e umas 7:30h estava de volta nas barracas…o famoso plunge step funciona que é uma beleza!!! Agora com luz pude ver o tamanho das crevassas ao redor do nosso acampamento (não é a toa que tinhamos uma corda fixa para se locomover ao redor do acampamento, sempre com o auto-seguro plugado). E deu para ver tb o resultado das avalanches noturnicas…

Rapidamente desfizemos o acampamento e 8:00AM já estávamos descendo em direção à trilha. Passamos toda a parte das crevassas até chegar num ponto onde podíamos fazer o glissading…descemos em 15 min o que demorou umas 2h para subir…que beleza!! Daí foi pegar a trilha e cruzar os rios para voltar (parte mais perigosa da viagem). 11 horas estávamos na base da trilha e em 25 minutos no carro. 11:30 estávamos saindo do parque em direção a um restaurante qualquer…

Algumas fotos estão aí do lado…deem uma reparada na quantidade de crevassas…tá fáácil.IMG_1784 

Esta semana fui para Houston no WPC e conheci a Lucy, minha nova priminha. Muito queridinha ela…o Otto foi pela primeira vez para a escola e ficou um pouco mais agressivo que o normal. Bateu em uma menininha que tinha um ursinho. Ele vai se acostumar já já. A Cris ficou meio triste com esta estória, mas no final da tudo certo

Rainier daqui a duas semanas…feliz!

Namaskar!

MW

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

3 Responses to Mount Baker

  1. Adriane says:

    Que loucura! Parabéns!
    O Rainier é no dia do picnic é? Sucesso e estaremos torcendo por você. Show de bola!
     

  2. Maíra says:

    Tenho que dizer o mesmo que a Adri: que loucura! Deve ter sido animal!
    Depois quero ver as fotos! Bjs…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s