tempo passado…

Alo amigos da Rede Globo,

Eu realmente ainda não acostumei com este tal de WordPress, mas pelo menos consegui colocar mais este post, vencendo todas vontades de não o fazer…

Bom, semana passada foi bem interessante e escrevo aqui o um post rapidinho sobre a minha experiência na Croácia e na Polônia. Estou hoje aqui em Isny com o meu pai, visitando ele novamente depois de um intervalo de 12 anos…(to quase como o Cometa Haley)…

Bom, o objetivo da viagem foi ajudar na execução de central e eastern europe…fui direto para Split na Croácia…e fiquei positivamente impressionado. Confesso que por ignorância histórica e geográfica, eu meio que colocava todos os países eslavos embaixo de um tag: Iuguslávia. E…na minha cabeça 2 coisas viam em mente: chaos da guerra e um monte de países tentando mostrar que eram diferente quando na verdade sao iguais. Ledo engano…

Lá tive oportunidade de aprender com o Darko, que é fascinado por História, detalhes da guerra que durou de 91-95…muito interessante. Aprendi também sobre o Imperador romano Dioclesiano, que fez o palácio de verão em Split 1.700 anos atrás ( e ainda está lá, inteirim) e mais um bocado sobre o império romano, que na verdade tem muitas coisas similares com qualquer corporação moderna. There is no split like split é o hino da cidade, que ouvimos no piano no bar do restaurante Luxor (que fica na frente do ex-quarto do Didi -oclesiano).

Os croatas de Split que tem um país de litoral no adriático são…bem…latinos…quase que italianos do sul. Comida muito boa com muitas variedades de restaurantes e hospitalidade. Hvala!!! Eu até usei e abusei do meu croata na minha apresentação: Dobar Dan Dame I Gosopo…e foi assim que começou o improviso do meu keynote :^). Minha experiência na Croacia em palavras:

– Olives, Vento, Montanhas, Mar, Hrvaska has talent, estórias, história, Nancy, Ratko, Darko, Botta Care, Trogir, Brac, Sérvios, Bósnia, Costa da Dalmatia, Adriático, 1000 ilhas, Zagreb,

Saindo de Split fui para Polônia… entrei no velho comunismus ruço, com cedilha mesmo, cheguei morto no Hotel…moça? como assim o meu quarto é de fumante?? No primeiro andar?? Ah…e a janela não abre? Hotel é quanto mesmo?? 130 Euros…saudades de Split.

Na Polônia a impressão que tive é de que 90% das pessoas estão de mal-humor. Corrigindo: 100%. Todas. O tempo todo. OK…to exagerando. Mas a impressão que me dá comparando Split com Varsóvia é que em Split as pessoas deixam as casas meio que inacabadas porque elas querem mesmo é ir se divertir na praia ou nas montanhas, entao fica aquele lance de depois eu termino e eles esquecem…na Polonia as pessoas deixam tudo meio que pela metade devido ao mal humor, tipo seu desgraçado vai me pagar com cartão de crédito?….moço do táxi? Check – Hotel? Check – Restaurante? Check. Polonia, desculpe se eu nao queria comprar o dinheiro de vocês…desculpa pela chuva gelada,desculpe pelos últimos 100 anos de história…desculpa aí!!! Mas vai ter mal-humor assim na casa do…Polônia.

O amigo da empresa salvou o dia. Gente boníssima, ficou com a gente o dia inteiro…e no final, de saco na lua, ainda levou a gente no aeroporto. Mas no final a impressão foi boa, pois a mulher que pega a passagem e checa o passaporte para entrar no avião mandou um: Brasil?!? Oh Yes…e a nega dá uma sambadinha e abre um sorriso Corga. Sorri também e mandei o tradicional: Rio de Janeiro… (não sei por que gringo sempre solta um “Rio de Janeiro”, acho que para tipo que falar: eu passei em geografia e sei um nome de uma cidade brasileira, então eu já faço um preemptive strike e deixo o cara sem cidade para falar. Normalmente o que vem depois é a palavra: Carnaval e se o cara é homem ainda manda um Mulheres bonitas)…mas fiquei feliz de sair com alguém bem humorado.Talvez porque ela trabalha no aeroporto? Ou porque eu nao mostrei o meu cartão de crédito??

Meu colega alemão mostrou o passaporte dele (e a cara da moça já tinha voltado para o tradicional rosto de transito de 4 horas na marginal pinheiros)..a moça olhou e devolveu. Porra! E eu???…não ganho dancinha e uma coversinha fiada??? Ela riu e falou que o avião estava para sair (hahahah)…e eu dei uma sambadinha só para lembrar o amigo da minha brasilidade.

Aqui vai a minha recomendação: se vc vai para a Europa Oriental é melhor você ser brasileiro ou aprender umas 4 palavras e mentir para todo mundo…ninguém vai saber, afinal eles acreditaram em mim com esta cara de alemão. É só mandar um Rio de Janeiro…

Namaskar

This entry was posted in People, Travel. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s