Aventuras recentes (ou nem tão recentes…)

Alô amigos da rede global,

Muita água passou embaixo da ponte. Ottão fez 8 anos e está um guri muito querido. Anna com 5 recem feitos e está muito seletiva com quem ela se relaciona. Ah o desenvolvimento humano se dá de formas muito interessantes.

Meu ultimo post faz tanto tempo que não daria para eu escrever tudo o que aconteceu se não fizer de forma telegráfica…então aqui vai:

  • Abrimos e fechamos um negócio e foi-se a minha parca reserva. Alguns importantes aprendizados que nunca esquecerei…
  • Tive um pequeno probleminha na coluna (L4, L5 e S1) que basicamente me invalidou por uns 6 meses (ah! E desmaiei pela primeira na vida. O desmaio em si, não dói nada, mas é relativamente esquisito “acordar” no chão da sala com um monte de pés na sua frente). Experiência terrível…mas andei de ambulância pela primeira vez também…graças a Cris eu não bati a cabeça no chão como uma jaca…mas fiquei com um galo depois. Pergunta da Anna quando eu acordei: “Papai você está morrido?”
  • Entendo hoje muito melhor o que é a fase final da vida, MUITO melhor. E entendo um pouco melhor a cegueira planejada que temos em relação ao envelhecimento e morte.
  • Fiquei quase um ano sem visitar as montanhas…mas agora tenho ido quase uma vez por semana. Obrigado Arthur e Adri…
  • Consegui ajudar na escola das crianças e entendo um pouco mais sobre a filosofia de ensino Waldorf. É parte da nossa vida e uma das comunidades mais importantes…
  • Tive uma fase quântica🙂, explico: comecei a ler sobre alguns cientistas, começando com uma conversa com o Érico em uma caminhada na neve para o Snow Lake. No final acabei lendo tudo o que pude encontrar sobre fisica quantica e as vidas das pessoas que estiveram envolvidas. Me intriga o que aconteceu no começo do sec XX…acho que é um período de descoberta ainda maior do que qualquer outro. Mais de 100 anos depois e o mundo ainda não incorporou tudo o que foi descoberto…nós vivemos em um mundo relativamente newtoniano quando já sabemos que na realidade não é. Feynman, Bohr, Einstein, Dirac, Heisenberg, Schrödinger, Oppenheimer, Born, Pauli, Fowler, Lorentz, Ehrenfest, Broglie, Kramers entre outros…a possibilidade da interação de pessoas deste calibre é estonteante.
  • Descobri o processo de panificação: só este aqui daria para escrever um post inteirinho (alias cada um deles daria). Mas o resumo da ópera é que controlamos quase nada, adoramos receber o crédito por coisas que não fomos nós que fizemos (apenas promovemos) e existe grande satisfação na realização mesmo que transitória, afinal todo mundo come o pão e ele deixa de existir, nutrindo e se transformando na energia que movimenta corpos e pensamentos. Enfim…papo para outro dia. Mas digamos que depois de cerca de 240 pães eu aprendi a fazer…estou incluindo uma apresentação que fiz para o grupo de panificação que criamos, se chama Confraria Pachamama…aqui vai!
  • Neste mês redescobri a solidão…o sentimento básico de que apesar de estarmos conectados com tudo nós estamos tendo uma experiência individual que necessita reflexão interna desconectada da realidade externa. Parece que quando consigo sentir isso a percepção da realidade muda (e deve mudar mesmo). Mudando o olho muda tudo…tenho passado horas sem interagir com nenhum ser humano e tem sido bom. Acho que vou me tornar ainda mais anti-social :-)…entrementes consegui ler alguns livros muito interessantes (China Study, A Man’s Search of Meaning, Stuff Matters, entre outros).

Bom vou ficando por aqui pois o onibus (545) esta chegando na minha parada e preciso começar a trabalhar. Aliás estou gostando bastante da experiência Amazônica…que também será fruto de um post futuro…

Namaskar

MW

 

PS.: Vou colocar uma musica que tenho escutado nas ultimas 3 semanas…o video é tosco:

This entry was posted in People, Uncategorized. Bookmark the permalink.

4 Responses to Aventuras recentes (ou nem tão recentes…)

  1. Querido, boa nova fase❤

  2. Show, Michael! Escreva mais, leva jeito.🙂
    Eu tenho uma teoria: quem curte atividades no meio da natureza desenvolve um olhar analítico profundo sobre a vida. No meu caso, surf, snowboard e mountain bike.
    Abraço!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s