Afortunado!

Oi,
 
Hoje pela primeira vez fui para o trabalho de bicicleta…as coisas chegaram no final de semana e estamos arrumando ainda a casa. A Cris está trabalhando mais do que deveria…na segunda feira a mulher do meu chefe, que se chama Josephine veio ajudar a Cris a desempacotar as coisas, eles são muito bacanas e estão ajudando a gente bastante.
 
Ontem a noite dei um jeito em uma das bikes, que ficaram todas desreguladas…os caras mexeram em tudo. Acordei cedo tipo umas 7:30 e fiz a rotina normal de manhã (injeção na Cris e etc.) A Cris estava um pouco triste ontem, mas hoje acordou feliz…eu encomendei uns sorrisos para ela e pelo jeito entregaram direitinho.
 
Peguei a bike na manhã fria, devia estar uns 7 ou 8 graus…mas um sol delicioso. Aqui está amanhecendo umas 5:40 da manhã, entao as 8:00 o sol já está forte. Peguei a 148 e  no começo é uma subidinha bem leve, para aquecer os músculos…inacreditável a calma do lugar. Pedalando pela calçada mesmo, com uma cerca do meu lado esquerdo tapando o sol (aí fica frio..) já pude sentir o ar puro do lugar…cristalino. A subida acaba uns 700m depois e daí é plano…maravilha…Passei uns brejos, um campo de golfe à minha direita com um cheiro de grama cortada. Aliás a grama aqui deve crescer muito rápido, pois toda segunda feira eles cortam a grama em todos os lugares…pedal relax, passeio…nada parecido com a agressividade da Berrini ou da rebouças…muito zen.
 
Trabalhei e no meio da tarde fizemos uma reunião ao ar livre num solzinho fantástico…18:30 já tinha trabalhado bastante e resolvi pegar a bike e fazer um pequeno reconhecimento pela região. Sem mapa nem nada….peguei uma trilha de volta que segue paralela à 520…descidinha animal que me lembrou muito as nossas descidas lá na USP com o Daniel Cleffi….gritei de emoção na descida e acenei para os onibus subindo a 520…e dá-lhe o alemão maluco com sorriso no rosto descendo num p. gás sem as mãos…acenando para os carros e gritando.
 
No final da descida tinha uma avenida grande com um espaço especial para as bikes…me senti importante. Peguei para a esquerda e segui o fluxo até ver um parque que se chama Marymoor Park. De longe vi uma tenda de circo que a Cris tinha falado que era o Cirque du Soleil…fui conferir. Era mesmo(www.cirquedusoleil.com)…com certeza vamos depois…muita gente chegando e estacionado o carro. Empolgadíssimo fui ver e vi que ao lado do circo tinha um velódromo com uns caras treinando. Muito bacana, as bikes não tem freios e os caras vão num gás animal…fiquei uns 10 minutos observando…e reparei numa escultura ao lado que tinhas umas pessoas escalando…que legal!!! Fui até lá e era uma mini academia de escalada ao ar livre numas pirâmides de uns 7 a 10 metros. A galera estava guiando e o lugar é muito bacana. Larguei a Bike e fui fazer um pouco de travessia e boulder…to muito fraco, mas me diverti para caramba. A vibe do localé muito legal, um monte de gente com os filhos escalando, dando dica, conversando no solzinho de fim de tarde…um ambiente muito relax.
 
Fiquei uma hora mais um menos e resolvi dar um rolê de bike e meio que já voltar para casa…mas no caminho para casa resolvi pegar uma trilhazinha de bike que ia seguindo pelo lado do Rio Sammamish(www.metrokc.gov/parks/trails/trails/burke.html)  indescritível a beleza da trilha, ainda mais que vc esta o meio da cidade…impressionante!! Segui pela trilha e fui embora vendo os detalhes das árvores com uma brisa,  os passaros, patos no rio que tinha uma correteza e uns pequenos afluentes que desaguavam…cena bucólica. Se eu virasse a primeira à direita pedalava 30 segundos e estaria num estacionamento de um supermercado gigante..surreal. Fiz isso e depois voltei para a trilha (que na verdade é de asfalto e muito bem conservada por sinal)
Continuando a trilha ela passa debaixo de algumas pontes, inclusive uma ponte antiga que passava o trem, toda de madeira…o ambiente vai mudando e vai entrando numa área mais descampada que tem um mega campo de golfe do lado esquerdo e uma área grande do lado direito, onde eu vi um monte de gente pilotando aeromodelos à bateria. Muito bacana, pois eles não fazem barulho..fiquei uns 10 minutos vendo eles degladiarem no ar…
Resolvi voltar e vi um coelho no canto da trilha…muitos animais estão agora na primavera. As noites ainda são frias, mas os dias com um céu azul maravilhoso e uns 22 a 25 graus. No sol a sensação térmica é de uns 26, 27…
 
Tive a oportunidade de voltar a trilha inteira vendo o Mount Rainer (http://www.earthinpictures.com/world/usa/seattle/mount_rainier_800x600.html). Impressionante!! Sem base…inacreditável…parece uma pintura…e chegando em casa estava anoitecendo com uma lua maravilhosa em formato de sorriso…só que menor do que o sorriso estampado na minha cara..hehehe.
 
A Cris chegou e ainda fizemos um pequeno churrasco para ela na varanda, com o Seu Jorge (Foreman Grill)…agora eu olho pela janela e vejo a lua e um monte de estrelas. Realmente sou afortunado!!!
 
Namaskar!
O Otto chega dia 15…de junho.
MW
 
 
This entry was posted in Entertainment. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s